Imagem capa - Ser mãe em uma pandemia  por Karina Ferreira Frias

Ser mãe em uma pandemia

Como é ser mãe em meio à pandemia? A gestação por si só já desencadeia mudanças físicas, emocionais, sociais e necessita de uma grande adaptação profissional e pessoal, muitas vezes comprometendo a saúde mental. Imagina durante a maior crise sanitária do século XXI.

Ou então a necessidade de conciliar o trabalho, com filhos pequenos, cuidados com a casa e ainda lidar com o peso da pandemia e das restrições necessárias para o momento. As mães definitivamente estão sobrecarregadas.

Quando a sensação de cansaço torna-se constante, gerando estresse, desmotivação e problemas no cotidiano, é o momento de refletir sobre as causas e consequências dessa exaustão.

E como aliviar o estresse e tensão desse momento?

O cansaço é inevitável, mas existem algumas formas de tornar essa rotina um pouco mais prazerosa.

Peça e aceite ajuda. Organize as atividades e entenda que você não precisa (e nem consegue) dar conta de tudo sozinha. Divida as tarefas da casa e os cuidados dos filhos com o companheiro e sempre conte com a ajuda de familiares e amigos de confiança.

Mantenha relacionamentos fora do seu grupo de maternidade. Ligue para uma irmã, prima, amigas e tente falar sobre assuntos que não sejam trabalho ou filhos. Uma boa conversa já ajuda a espairecer.

Reserve um tempo só para você! Que seja 30 minutos para tomar um bom banho, ler um livro, se exercitar ou apenas ficar sozinha e em silêncio, Enfim, o que for possível.

Não se cobre tanto. É impossível alguém realizar tantos papéis ao mesmo tempo com perfeição. Se não der pra fazer tudo naquele dia, tudo bem. Amanhã é um novo dia!

Essas dicas podem te ajudar e tornar seu dia a dia mais fácil, mas lembre-se: ter uma ajuda profissinal pode ser essencial nesse momento.